Cuidados com a pele no verão: pacientes com câncer devem redobrar cuidados

Saúde
26 de Janeiro, 2023
Cuidados com a pele no verão: pacientes com câncer devem redobrar cuidados

Se na temporada de calor todo mundo precisa caprichar na proteção da pele, pacientes com câncer que estão passando por radioterapia, quimioterapia, terapia-alvo ou imunoterapia devem se preocupar ainda mais. Isso porque esses tratamentos agridem o tecido epitelial, seja porque agem diretamente sobre as células da pele, seja porque acabam causando efeitos colaterais. O resultado é uma pele extremamente sensível e sujeita à irritação em contato com vários produtos. Por isso, veja agora quais são os cuidados com a pele no verão que pessoas com câncer devem ter.

Pele: consequências dos tratamentos contra o câncer

A radioterapia, por exemplo, provoca uma reação chamada radiodermite que pode causar desde uma vermelhidão similar à queimadura do sol até descamação ou formação de bolhas, dependendo da intensidade da radiação utilizada. Além disso, drogas usadas contra o câncer causam fotossensibilidade e podem aumentar o ressecamento, abrindo caminho para pequenas feridas. Outros medicamentos podem levar a erupções na pele.

Por isso, é essencial tomar alguns cuidados básicos para evitar manchas e até complicações mais graves como infecções, além de amenizar a radiodermite. Após o fim do tratamento, os tecidos ainda levam de 4 a 6 meses para se recuperarem plenamente. 

Leia mais: Quimioterapia antes da cirurgia: Entenda o tratamento contra o câncer de Preta Gil

Cuidados com a pele no verão: afinal, como proteger a pele?

A regra número um é fugir do sol. Assim, durante o tratamento, o paciente não deve frequentar praia nem piscina. “Isso porque a exposição ao sol vai piorar as reações do tratamento. Embora não pareça, a própria radiação solar do mormaço sensibiliza ainda mais a pele, podendo causar queimaduras indesejadas”, enfatiza a rádio-oncologista Ana Carolina de Rezende, do Hospital Israelita Albert Einstein. Além disso, a água do mar ou da piscina pode irritar a pele – isso sem contar que também pode estar contaminada, abrindo caminho para infecções.

A atividade física é importante e está liberada, de acordo com a orientação do médico. Desse modo, o exercício pode ser feito ao ar livre entre 10h e 16h, sempre evitando o contato direto com o sol. Além disso, usar roupas com proteção UV, como camisetas e chapéus, é uma ótima alternativa. Embora especialistas recomendem o uso do filtro solar, às vezes a loção pode irritar a pele – se possível, vale checar a melhor opção disponível na farmácia junto ao médico responsável.  

Do mesmo modo, outra dica importante é que o paciente deve hidratar bem a pele. Existem opções de produtos dermatológicos feitos especialmente para pacientes oncológicos: geralmente, eles têm a base neutra, sem essência e álcool. “Aqueles à base de calêndula acalmam a pele, mas é bom evitar produtos manipulados ou ‘naturais’, como com ervas, em que não se conhece exatamente qual é a composição”, recomenda a especialista. 

Outras dicas

Deve-se, ainda, evitar banhos demorados ou de imersão, para não ressecar a pele. A higiene deve ser adequada, sem exagerar no número de chuveiradas diárias. A água deve estar morna. Há, ainda, a recomendação para o uso de sabonetes líquidos para peles sensíveis e xampus suaves – por exemplo, produtos para bebês. Deve-se, ainda, evitar o uso de esfoliantes.  

Outra recomendação importante é não realizar procedimentos estéticos durante o tratamento, como peelings, depilação ou químicas no cabelo. Homens devem ter cuidado extra ao fazer a barba, devido ao risco de cortes e de infecções. 

Por último, a dica é beber muito líquido e adotar uma alimentação saudável. Sempre que necessário e em caso de dúvida, o paciente deve pedir orientação médica. 

Fonte: Agência Einstein

Proteja seus lábios no frio

Leia também:

foto de folhas de citronela em uma bandeja de bambu
Bem-estar Casa Saúde

Planta citronela espanta mosquito da dengue?

A planta possui um óleo essencial desagradável para alguns insetos. Contudo, a citronela não deve ser a única estratégia para espantar o mosquito da dengue

Cinco habitos
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Cinco hábitos indispensáveis para a saúde

Para iniciar uma mudança de comportamento, confira cinco atitudes simples para incorporar no dia a dia que trazem benefícios no futuro

Dengue e Covid
Saúde

Dengue e Covid-19: como diferenciar os sintomas?

Em meio a uma explosão de casos de dengue e o aumento de infecções por covid-19 no Brasil, sintomas geram muitas dúvidas. Veja diferenças