Covid-19 pode causar diabetes? Estudos sugerem que sim

Bem-estar Equilíbrio
16 de Junho, 2021
Covid-19 pode causar diabetes? Estudos sugerem que sim

De tempos em tempos, os cientistas descobrem novas informações a respeito do coronavírus. Já é sabido, por exemplo, que a doença causa danos não apenas ao sistema respiratório. Mas também afeta o coração, os rins e até o cérebro. Agora, pesquisas apontaram outro efeito preocupante: a Covid-19 pode causar diabetes.

Uma publicação recente do blog oficial do National Institutes of Health (NIH), nos Estados Unidos, relaciona dois estudos feitos em 2020 — e disponíveis na revista Cell Metabolism. “O SARS-CoV-2 pode atingir e prejudicar as células produtoras de insulina do corpo”, conclui o artigo. Como resultado, isso pode levar ao diabetes.

Leia também: Quem sofre de diabetes tem mais chance de complicações por Covid

Além disso, uma carta aberta da Diabetes, Obesity and Metabolism: A Journal of Pharmacology and Therapeutics já tinha sugerido a relação entre as duas enfermidades há alguns meses. Entretanto, mais investigações ainda são necessárias. Entenda melhor:

Covid-19 causa diabetes? O que dizem os estudos

A primeira menção de que a Covid-19 pode causar diabetes foi feita pela carta aberta da revista Diabetes, Obesity and Metabolism em novembro de 2020. Ela chegou à conclusão depois de realizar uma revisão sistemática de oito estudos anteriores feitos entre janeiro e maio do ano passado.

A análise levou em conta dados de quase quatro mil pacientes que haviam contraído o vírus. Como resultado, 14,4% (492 indivíduos) foram diagnosticados com diabetes depois de curados — apenas um dos estudos especificou que era o tipo 2, que surge quando o corpo não consegue utilizar a insulina que produz de maneira eficiente, ou não fabrica a substância em quantidades suficientes.

Vale ressaltar, contudo, que essa descoberta do periódico levantou apenas uma possível associação entre as duas condições, mas não falou de uma relação direta. Por outro lado, a publicação do blog do NIH apoia dois estudos (ambos do final de maio de 2021) que examinaram mais profundamente se a Covid-19 pode causar diabetes por meio de autópsias em pessoas que morreram da doença.

O primeiro, por exemplo, fala que o vírus SARS-CoV-2 consegue infectar as células responsáveis pela secreção de insulina (células beta), bem como se replicar dentro delas. Como comparação, no diabetes tipo 1, “o sistema imunológico ataca equivocadamente as células beta. Logo, pouca ou nenhuma insulina é liberada para o corpo”, afirma o site da Sociedade Brasileira de Diabetes.

o segundo também viu que pessoas que tiveram a Covid-19 tiveram uma redução na produção e liberação de insulina. Isso porque, de acordo com a pesquisa, o micro-organismo altera as ilhotas pancreáticas (ou ilhotas de Langerhans), grupo que concentra as células beta.

Poréns

É sempre bom lembrar que as descobertas são iniciais — e ainda são necessárias mais investigações a respeito do assunto. Além de confirmar se a Covid-19 pode realmente causar diabetes, os pesquisadores ainda precisam investigar qual o tipo de diabetes mais comum nesse caso, e se a gravidade da infecção por coronavírus aumenta a chance da segunda doença.

https://www.youtube.com/watch?v=ftIHSprosIo&t=387s

Sobre o autor

Amanda Panteri
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em alimentação saudável.

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!