Como tirar ardência de pimenta da boca?

Alimentação Bem-estar
07 de Julho, 2022
Como tirar ardência de pimenta da boca?

Comer é um dos grandes prazeres da vida. Às vezes, pode acontecer de irmos com muita “sede ao pote” e nos depararmos com algum sabor não tão agradável para as nossas papilas gustativas. Alguns temperos são mais fortes do que outros e podem provocar reações diferentes nas pessoas. Enquanto alguns adoram sentir o sabor da pimenta, por exemplo, outros não podem nem chegar perto de pratos apimentados. Seja do time dos que amam ou dos que preferem evitar, provavelmente você já deve ter consumido, propositalmente ou acidentalmente, uma receita picante. Afinal, como tirar a ardência de pimenta da boca depois de comer algo apimentado demais?

De acordo com Lucas Moreno, professor de Química e criador do perfil Moleculando, a capsaicina é a substância responsável por causar a percepção de queimação na boca. “Ela tem a capacidade de estimular células nervosas da nossa boca que, conectadas a nervos, levam até o cérebro a sensação de ardor”,diz.

Muitas vezes, a primeira reação após comer algo apimentado demais é recorrer a um copo d’água. Entretanto, essa não é uma boa estratégia. Na verdade, a bebida causa o efeito contrário, uma vez que ela ajuda a “espalhar” a capsaicina pela boca.  “A estrutura química da capsaicina nos mostra que ela é uma molécula predominantemente apolar. Isso significa que é uma substância que não se solubiliza em água, não tem afinidade com a água”, explica o professor.

Como tirar ardência de pimenta da boca?

Segundo o profissional, para tirar a ardência de pimenta da boca é preciso recorrer a algum alimento de composição apolar, o que é o caso da gordura presente no leite. Assim, o ideal é substituir o copo de água por um gole de leite.

Além disso, pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, descobriram que alimentos ácidos também podem ajudar a diminuir a sensação de ardência. Assim, chupar um limão ou colocar uma colher de vinagre na boca também pode ser uma alternativa.

Leia também: Grávida pode comer pimenta? Alimento induz o trabalho de parto?

Comer muita pimenta faz mal?

As pimentas são conhecidas pelo alto poder antioxidante. Além disso, elas possuem diversas vitaminas, ferro e potássio. A capsaicina, a “culpada” pelo sabor picante, também promove saúde para o organismo. O alimento ainda tem ação anti-inflamatória e auxilia no processo de emagrecimento.

Entretanto, comê-la em excesso pode trazer alguns prejuízos para a saúde. Antes de mais nada, é importante saber que pessoas com problemas de gastrite e esofagite não devem incluir a pimenta na dieta. Além disso, é imprescindível checar possíveis alergias relacionadas ao alimento.

Lucas ainda destaca problemas gastrointestinais que podem surgir após o consumo exagerado de alimentos apimentados: “Pode trazer problemas como irritações na mucosa gástrica e também em todo o trato intestinal, além da queimação (azia) que sentimos normalmente ao ingeri-la”.

Além disso, por ser um alimento industrializado, ele conta com conservantes e perde nutrientes até chegar na prateleira do mercado. “Devemos estar atentos ao fato de pimentas industrializadas receberem sal para sua conservação e, esse sal em excesso (principalmente o sódio), também faz mal. Além do fato de que todo alimento industrializado, por mais que pareça natural, sofre processos que promovem modificações”, alerta o profissional.

Fonte: Lucas Moreno, professor de Química e criador do Moleculando.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

menina com ritmo circadiano saudável dormindo na cama durante as férias
Bem-estar Gravidez e maternidade

Férias escolares: como manter um ritmo circadiano saudável?

Manter um ritmo circadiano saudável por meio de uma rotina consistente é fundamental para o bem-estar físico e mental.

mãos segurando um tapete de ioga
Bem-estar Movimento

Treinar no frio dá menos resultado? Especialista responde

As temperaturas mais baixas do inverno fazem com que o corpo demore mais para aquecer. O que pode dar a sensação de que treinar no frio

criança sentada em mesa segurando uma colher e comendo um mingau rico em fibras
Alimentação

Fibras na alimentação infantil: conheça os benefícios e como incluí-las

As fibras na alimentação infantil contribuem para o bom funcionamento do intestino, prevenindo a prisão de ventre.