Cochilar faz bem para a saúde?

16 de setembro, 2019

Tirar um tempinho durante a tarde para cochilar pode ser o sonho de muita gente. Mas, embora essa soneca no meio do dia pareça uma delícia, há quem questione se a prática faz bem para a saúde – e se ela pode ser sintoma de algum distúrbio ou doença.

A Organização Mundial de Saúde indica que os adultos precisam, geralmente, de 7 a 8 horas de descanso. Porém, cumprir todas essa carga horária parece mais um sonho do que um objetivo atingível.

Muitas vezes, a necessidade de descansar é mais sentida no período da tarde, e acabamos contando com o cafezinho e bebidas com cafeína para nos ajudar a seguir nas tarefas do dia.

O que dizem os médicos sobre cochilar

A princípio, a necessidade constante de cochilar pode indicar problemas de saúde maiores. Entre outras coisas, pode significar que você não está dormindo adequadamente durante a noite.

Já algumas pesquisas defendem que tirar um cochilo algumas vezes por semana para recuperar o atraso da falta de sono noturna pode ajudar a evitar incidentes relacionados a doenças cardiovasculares, como ataques cardíacos.

Leia também: 6 chás que ajudam a dormir melhor

A importância do sono

É indiscutível a importância de ter uma boa noite de sono todos os dias. Nosso corpo e mente estão configurados para serem desligados por cerca de um terço de sua existência. Não fazer isso tem uma forte conexão com muitos problemas de saúde, tanto mentais quanto físicos.

O sono nos ajuda a recuperar do estresse e permite que nossos órgãos vitais descansem. É por isso que não dormir o suficiente pode ter uma enxurrada de efeitos prejudiciais.

O cochilo e a saúde

Os profissionais dizem ter algumas regras básicas bastante básicas quando se trata de fechar os olhos enquanto o sol ainda está alto, e um dos maiores desafios é como definir e medir esses períodos de descanso. “Eles são planejados ou não planejados? Qual é o objetivo dos cochilos? Eles são tirados ocasionalmente quando necessário ou habitualmente como uma prática cultural? Eles são levados a compensar um sono noturno insuficiente ou ruim ou indicam problemas de saúde subjacentes?”, são alguns dos questionamentos que podem surgir.

Leia também: 7 lanchinhos para comer antes de dormir que ajudam no sono

Para grande parte dos médicos e especialistas, uma das chaves é verificar se o sono noturno de uma pessoa é saudável e livre de coisas como excitações, despertares, respiração desordenada e outros problemas que impedem uma pessoa de descansar de verdade, em vez de simplesmente ficar em uma cama.

Quando o sono de uma pessoa é saudável e ela não apresenta problemas de saúde, cochilar pode ser sim uma prática saudável. Por exemplo, desde que uma pessoa não tenha problemas com insônia, depressão ou anemia, não há nada de errado em tirar uma soneca.

Porém, se você estiver dormindo de boa qualidade o suficiente durante a noite, não precisará dormir durante o dia. Dito isto, é importante honrar as necessidades do seu corpo, e pressionar a fadiga pode ter um efeito adverso em inúmeras funções corporais, incluindo a saúde cardiovascular.

Basicamente, se você está cansado e tem tempo, tirar uma soneca rápida não é a pior coisa para você. Mas você não deve ignorar porque está se sentindo tão cansado em primeiro lugar.

Leia também: Melatonina: Tudo sobre o hormônio do sono

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.