Como limpar e organizar a casa para a chegada do bebê

A chegada do bebê, embora muito aguardada, muda a rotina de toda a família, a começar pela limpeza e organização da casa. Por isso, mantê-la limpa e devidamente arrumada melhora a qualidade de vida de todos, principalmente a do recém-nascido, contribuindo para a sua saúde e bem-estar.

É necessário se atentar aos pequenos detalhes, uma vez que o sistema imunológico do bebê ainda está em fase de desenvolvimento e formação. Por isso, estão mais propensos às doenças que um ambiente sujo e desorganizado pode trazer. Por isso, confira alguns cuidados essenciais para preparar a casa para a chegada do bebê!

Leia mais: Quais são os testes que os bebês devem fazer na maternidade?

Chegada do bebê em casa: o que fazer?

Utilize o aspirador de pó

Usar a vassoura para limpar o chão pode levantar a poeira nos cômodos da casa. Dessa forma, para evitar que isso aconteça, é indicado utilizar o aspirador de pó que também promove a limpeza de almofadas, cortinas e sofás. 

“Uma das coisas que mais observamos no recém-nascido são os espirros, uma vez que o nariz começa a entrar em contato com cheiros e partículas novas”, explica a pediatra Patrícia Consorte.

Produtos de limpeza

Escolher os produtos certos para fazer a limpeza dos ambientes é fundamental para a saúde do bebê. Opte pelos mais neutros e de preferência diluídos em água.

Ventilação é fundamental na chegada do bebê

Mantenha os cômodos, especialmente os mais frequentados pelo bebê, sempre ventilados e arejados. Janelas e portas precisam ser abertas sempre que necessário para melhorar a circulação de ar. Isso pode evitar o surgimento de mofo, alergias e doenças causadas por fungos.

Berço

Outro ponto de atenção é em relação ao berço. De acordo com a pediatra, o lençol deve estar sempre preso da forma adequada, bem limpo e sem kit berços para evitar o risco de sufocamento.

Limpeza das roupas é importante na chegada do bebê

“As roupinhas do bebê podem ser lavadas na máquina de lavar, mas sempre com o sabão adequado e com o cuidado de secarem ao sol e em um lugar arejado”, recomenda a especialista Patrícia.

Além disso, é superimportante trocar a roupa de cama, como fronhas e lençóis, no mínimo uma vez por semana. 

Animais de estimação

Caso tenha animais de estimação, cheque suas vacinas e vermífugo de rotina e siga as dicas do pediatra sobre adaptação dos animais à chegada do bebê.

Leia mais: Quando começar a escovar os dentes do bebê?

Fonte: Dra. Patrícia Consorte é formada em medicina pela Universidade Federal do Maranhão e pediatra pela Santa Casa de São Paulo. É especialista em Terapia Intensiva Infantil pela USP e pós-graduada em nutrição materno-infantil pela Fapes. Seu diferencial é o atendimento humanizado às crianças e aos pais tanto no consultório quanto na UTI.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.