Café descafeinado: Saiba o que é e se vale a pena tomar

Alimentação Bem-estar
02 de Março, 2020
Café descafeinado: Saiba o que é e se vale a pena tomar

Se você é fã de café, já deve ter se perguntado alguma vez o que é exatamente o café descafeinado. Essa dúvida não é nada incomum, ainda mais considerando que a cafeína é uma das principais características da bebida. 

Ainda, grandes dúvidas pairam sobre nossas mentes: Quanta cafeína há nesta versão da bebida? Qual a graça de beber café sem o “agito” que ele nos dá? E, acima de tudo, por que alguém optaria por essa versão? 

Afinal, o que é café descafeinado?

Essencialmente, o café descafeinado é igual ao café regular – com cafeína. Em suma, o café passa por um processo de remoção da substância e, portanto, torna-se “descafeinado”. 

Leia mais: Cafeína faz mal?

Quanta cafeína há nesta versão

Ainda, é importante ressaltar que a quantidade exata de cafeína presente nessa versão da bebida pode variar. Isso, pois não há como especificar com exatidão a quantidade removida e a quantidade remanescente – é apenas possível afirmar que parte da substância foi retirada. 

Entretanto, há exemplos: estima-se que a bebida descafeinada vendida na famosa rede Starbucks contenha cerca de 4 miligramas de cafeína por porção. Sendo assim, aproximadamente 97% da cafeína foi removida.

Leia também: Cafeína pode impedir o ganho de peso

Como é feito esse café

Como qualquer café, sabemos que o modo de preparo não tende a variar: primeiro, o grão do café é torrado e, em seguida, moído. Entretanto, no caso do café descafeinado, há outros passos nesse processo. Sendo assim, é possível utilizar os seguintes métodos na feitura desse café:

Filtro de carvão

O chamado método suíço consiste no uso de um filtro de carvão com a finalidade de remover a cafeína do restante da bebida. Não só, esse método também pode ser chamado de “adsorção em carvão ativado”. 

Dióxido de carbono

Ainda, outro método muito utilizado para a remoção da cafeína é adicionar à bebida e, em seguida, remover dióxido de carbono a fim de que a cafeína seja dissolvida e, portanto, removida da solução.

Cloreto de metileno

Não só, há mais uma forma de remover a tal substância: adicionando e removendo cloreto de metileno. Também conhecido como Diclorometano, trata-se de um líquido incolor comumente usado na fabricação de removedores de tinta. Ainda, ele é um potente extrator de gorduras, óleos, perfumes, antibióticos e, por fim, alcaloides como a cafeína. 

Sobre o autor

Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!