Buscar um sentido para a vida influencia na saúde

20 de dezembro, 2019

Encontrar um sentido para a vida pode ser uma questão difícil, mas que muitos desejam. Entretanto, nas últimas décadas, o propósito da vida se tornou uma questão importante na pesquisa médica, especialmente no contexto de uma população em envelhecimento.  

Um estudo recente de pesquisadores Universidade de Medicina da Universidade de San Diego, na Califórnia, Estados Unidos, descobriu que a presença de um sentido na vida é importante para a saúde e bem-estar, e, até mesmo, para a longevidade

O estudo transversal de três anos examinou dados de 1.042 adultos, com idades entre 21 e mais de 100 anos. De acordo com a análise, aqueles com significado na vida são mais felizes e saudáveis ​​do que aqueles sem ele.

Leia também: Estudo de Harvard relaciona o otimismo com a longevidade

No entanto, a jornada da busca por um sentido na vida pode estar associada a piora do bem-estar e função cognitiva. Pois, enquanto não se encontra a sua possível missão, as emoções se enchem de estresse e tensão. Os pesquisadores descobriram também que na faixa dos 60 anos as pessoas deixam de procurar um significado para a vida.

Isso porque, normalmente, quando se é jovem, ainda não existem certezas sobre carreira, relacionamentos e quem se é como pessoa. Porém, depois dos 60 anos, se acaba o período de construção, e se começa a perder a identidade. Também, é nesse período que se desenvolve problemas de saúde, e alguns de seus amigos e familiares começam a falecer.

Com isso, as próximas etapas da pesquisa incluem analisar outras áreas, como sabedoria, solidão e compaixão, e como elas afetam o significado da vida.

Encontrando um sentido para a vida

  • Reconheça suas habilidades e que você é único: Ninguém é igual, cada um tem seu próprio potencial. Então, saiba reconhecer talentos e habilidades, pensando positivo sobre si mesmo. Você é único, e seu propósito de vida não pertence a mais ninguém.
  • Conheça suas preferências: É necessário saber quais são suas preferências, o que você gosta e não gosta. Assim, será possível chegar a um consenso de qual será seu objetivo. 
    Veja os obstáculos como oportunidades: Não perca a motivação diante dos obstáculos. Encare isso como escadas para o seu crescimento.

Leia também: Saiba qual é o papel das emoções na vida

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo