Black Friday: consumismo pode estar associado à depressão

Bem-estar Equilíbrio
21 de Novembro, 2022
Black Friday: consumismo pode estar associado à depressão

A Black Friday está se aproximando, e algumas pessoas já estão se planejando para as compras. Para alguns, esse é o evento mais aguardado do ano, pois é quando as lojas baixam os preços e oferecem vários descontos. No entanto, algo muito comum durante essa época é comprar por impulso, uma atitude consumista. E isso pode estar atrelado à depressão.

Black Friday: relação entre o consumismo e a depressão

De acordo com a médica psiquiatra Dra. Jéssica Martani, especialista em comportamento humano e saúde mental, a impulsividade por compras é muito frequente em quem sofre transtorno de humor. 

“É possível observar como regra que em indivíduos com depressão clássica (aquela que deixa a pessoa mais lentificada e deprimida) geralmente ocorre redução da impulsividade. Já em indivíduos com transtorno bipolar (depressão agitada ou com euforia), a impulsividade é aumentada e esses comportamentos impulsivos podem ocorrer em maior frequência. Como por exemplo, os gastos em compras para aquisição de objetos sem a devida avaliação da necessidade”, explica.

A médica ainda ressaltou que quando um indivíduo estiver deprimido e apresentar algum comportamento de maior impulsividade concomitante, é imprescindível uma avaliação quanto ao subtipo de depressão. Pois esse sintoma está muito relacionado à depressão com algum grau de bipolaridade.

Leia também: Presentes de Natal: Como controlar o consumismo nas crianças

Para a especialista entrevistada, esse fenômeno acontece porque a pessoa deprimida ou bipolar não pensa com calma antes de realizar a compra, e daí acontece a impulsão.

Assim, a médica afirma que essas alterações de impulsividade podem ser observadas ainda em diversas alterações de impulsividade. “Vários outros comportamentos podem ser emitidos no sentido da impulsão desses pacientes, como uso de drogas, excesso de libido e sexualidade aflorada e até vício em jogos”, alerta.

Fonte: Dra. Jéssica Martani, psiquiatra e especialista em comportamento humano e saúde mental.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

lesões no beach tennis
Bem-estar Movimento

Lesões no beach tennis: joelho e ombro são as mais comuns. Veja como evitar

Assim como em outras atividades, também há risco de lesões no Beach Tennis. Portanto, veja dicas de como evitar lesões como epicondilite lateral.

fasting mimicking
Alimentação Bem-estar

Diet Fasting Mimicking: o que é o método que imita jejum?

A metodologia restringe calorias por um período de tempo determinado

óleo de coco
Alimentação Bem-estar

Óleo de coco: benefícios e possíveis usos

Multiuso e cheio de benefícios, o óleo de coco é um dos destaque do momento para quem procura uma vida mais saudável. Saiba mais