Asma infantil: o que é, sintomas e tratamento do bebê com asma

Gravidez e maternidade Saúde
26 de Agosto, 2022
Asma infantil: o que é, sintomas e tratamento do bebê com asma

A asma infantil, também chamada de asma brônquica ou de bronquite asmática na infância, é um quadro alérgico responsável por causar um broncoespasmo nos primeiros anos de vida. 

Ou seja, faz com que a criança tenha uma diminuição no calibre dos brônquios, dificultando a saída do ar que entra no pulmão e levando à sensação de falta de ar. Além disso, essa condição também pode causar uma queda da oxigenação no sangue e levar ao surgimento de chiados curtos na região pulmonar, que são denominados sibilos.

Causas

As causas por trás da asma infantil são múltiplas. Uma boa parte provém de fatores alérgicos, que incluem desde reações a alimentos como amendoim, peixes, leite de vaca, frutos do mar e ovo, até alérgenos de poeira e ácaros. Mas, a doença também pode ser desencadeada por vírus e até mesmo bactérias. Ou seja, uma bronquiolite bacteriana, quando não tratada, é capaz de levar a um broncoespasmo comum da asma. 

Além disso, existem ainda casos de asma infantil que podem ser consequências da prática de atividades físicas durante a infância. Nesses casos, a criança sofre um broncoespasmo alérgico após um esforço contínuo. Por fim, há situações em que a doença é induzida por um refluxo.

Sintomas de asma infantil

Dentro os principais sintomas decorrentes da asma infantil, a falta de ar e a dificuldade para respirar estão entre os mais relatados durante as crises. Além deles, é possível que a criança sinta movimentos do tórax alterados e retração da costela e da fúrcula (buraco localizado perto do pescoço).

Assim, outro indicativo dessa condição é o chiado no peito, que pode ou não ser audível. Por fim, queda de saturação e tosse frequente podem compor o quadro sintomático dos pequenos.

Tratamento para asma infantil

Existe desde cedo um tratamento para o controle da asma infantil. Quando seguido corretamente, muitas vezes, pode ser que a criança se cure sozinha por volta dos sete ou oito anos de idade.

Mas é preciso que os pais a tratem passo a passo para não ocorrer uma desorganização do tecido pulmonar. Esse tratamento é feito com auxílio das famosas bombinhas e com medicações específicas da asma. 

A bombinha desinflama o pulmão por meio de microdoses, sendo muito menores que as medicações orais. Os pediatras afirmam que não é preciso ter medo de usá-la, pois é um tratamento de controle eficaz. Pois, elas podem conter pequenas doses de corticoides e de broncodilatadores que auxiliam em crises asmáticas. 

Existem também as medicações orais como os cromoglicatos e o montelucaste, que controlam o broncoespasmo. A asma não controlada de forma adequada pode perdurar na vida adulta, com o paciente precisando de oxigênio por conta de uma Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e de asma severa.

Dicas gerais

Por isso, tratar na infância é primordial. E além do tratamento em si, é fundamental atuar na prevenção das crises asmáticas, por meio de ações no dia a dia:

  • Mantenha o quarto da criança limpo e arejado, livre de umidade
  • Não tenha no ambiente cobertores peludos e bichos de pelúcia
  • Evite manchas de fungo ou mofo nos ambientes da casa
  • Deixe as roupas sempre lavadas e limpas
  • Faça testes de alergia para detectar possíveis alimentos que podem causar crises alérgicas na criança

Fonte: Dr. Nelson Douglas Ejzenbaum, médico pediatra e neonatologista. Membro da Academia Americana de Pediatria.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Ivete Sangalo pneumonia
Saúde

Ivete Sangalo é internada com pneumonia. Entenda o quadro

A pneumonia é uma infecção respiratória que causa tosse com muco ou pus, febre e dificuldade respiratória

foto de uma caderneta de vacinação com uma seringa
Saúde

Caderneta de vacinação em dia ajuda a evitar surtos de doenças

Especialistas alertam que a vacinação é um pacto de saúde coletivo

Chá de folha de mamão e dengue
Saúde

Chá de folha de mamão e dengue: é falso que bebida combate a doença

Não existem evidências científicas de que a bebida possui propriedades medicinais no tratamento da doença