As diferentes especialidades envolvidas no cuidado do diabetes e da pressão alta

Saúde
25 de Junho, 2021
As diferentes especialidades envolvidas no cuidado do diabetes e da pressão alta

Por terem tratamentos que englobam tanto mudanças no estilo de vida como medicações, o acompanhamento de condições como o diabetes e a pressão alta é mais eficaz quando feito por uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais de diferentes áreas trabalhando em conjunto.

Veja abaixo algumas especialidades que podem compor esse cuidado, sua função e qual a frequência de consultas sugerida:

  • Clínico geral, geriatra, médico de família, cardiologista: é quem faz o diagnóstico,  prescreve o tratamento e a medicação (quando necessário),  identifica os fatores de risco, avalia as condições de saúde associadas e orienta sobre como prevenir possíveis complicações. O recomendado é ter consultas duas vezes ao ano ou conforme a necessidade;
  • Enfermeiro: tem o papel de acompanhar, tirar dúvidas e incentivar os hábitos saudáveis e a adesão ao tratamento proposto pelo médico e demais profissionais da equipe de saúde. As consultas com esse profissional podem ser feitas pelo menos uma vez ao ano;
  • Nutricionista: é quem personaliza as recomendações de uma alimentação saudável de acordo com a necessidade, os gostos e a rotina de cada pessoa. Esse profissional fará um plano alimentar adequado à sua condição e aos objetivos traçados juntos com o médico, indicará o que comer, como e quando, e incentivará o aumento no consumo de frutas e vegetais e a diminuição do sódio na dieta. A recomendação é consultar pelo menos uma vez ao ano;
  • Educador físico: cria um plano de atividade física de acordo com a necessidade e capacidade da pessoa atendida, além de acompanhar e orientar a execução dos exercícios. As consultas são conforme a necessidade;
  • Farmacêutico: pode auxiliar com informações sobre como tomar o medicamento da forma correta, além de orientar sobre possíveis interações entre medicamentos, muitas vezes prescritos para tratar diferentes condições. Ele também é capaz de ensinar a forma correta de usar o equipamento para medir a pressão; 
  • Psicólogo: cuida das emoções, pensamentos e comportamentos, auxiliando a saúde mental e, por consequência, a física. Nem sempre é fácil lidar com o diagnóstico ou com os desafios que a vida impõe, então ter um apoio psicológico pode fazer total diferença no bem-estar físico e emocional. As consultas são conforme a necessidade de cada pessoa.
  • Cardiologista: é o médico que vai acompanhar e ver se está tudo bem com o coração. Como o diabetes pode estar associado a problemas cardíacos, é recomendado se consultar com um cardiologista pelo menos uma vez por ano;
  • Oftalmologista: consultas de rotina para ver a saúde dos olhos são recomendadas para todas as pessoas. Porém, como o diabetes pode gerar possíveis complicações na visão, como forma de prevenção recomenda-se passar em uma consulta com esse profissional pelo menos uma vez por ano;
  • Dentista: o ideal seria que todas as pessoas fizessem consultas odontológicas regulares, não só quem tem diabetes. Mas quem tem a condição e não consegue controlar tão bem a glicemia pode ficar mais suscetível a problemas bucais como mau hálito, cáries, infecções e gengivite. Fazer um acompanhamento preventivo semestral (pelo menos) pode tanto evitar essas complicações como prevenir que fiquem mais graves caso aconteçam.

Gostou? Aqui no app você consegue agendar consultas com alguns desses profissionais. É só ir em “Serviços”.

Leia também:

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!

5 hábitos saudáveis para enxaqueca
Saúde

5 hábitos saudáveis para enxaqueca

A enxaqueca é uma doença crônica que causa um tipo de dor de cabeça latejante