Academia lotada? Dicas para adaptar o seu treino

Bem-estar Movimento
16 de Fevereiro, 2023
Academia lotada? Dicas para adaptar o seu treino

Para muitos, o treino é o momento de aliviar a tensão. No entanto, principalmente para pessoas mais tímidas, a academia lotada pode ser um grande problema.

Imagina: você chega na academia para realizar os exercícios e nenhum dos equipamentos está disponível. Assim, muitas vezes é necessário rezar os aparelhos com mais de uma pessoa.

Além de não ser uma situação agradável, pode prejudicar o seu treino. Isso porque você acaba tendo um intervalo de descanso maior do que deveria.

Treinar na academia lotada: como adaptar o treino

A boa notícia é que com algumas dicas é possível encarar a academia lotada sem tanto estresse:

Evite horários de pico

Treinar com a academia lotada é um dos grandes fatores para ter desmotivação e vergonha. Por isso, muitos acabam desistindo.

Se você gosta de se exercitar em um lugar calmo e “vazio”, evite ir em horários de pico. Geralmente, as academias costumam ficar lotadas no período da noite. Mas para ter certeza disso, converse com o instrutor para entender qual é o horário com menor concentração de pessoas. Assim, você irá treinar com tranquilidade.

Leia também: Vergonha na academia: Saiba como perdê-la

Treinar na academia lotada: busque usar aparelhos menos movimentados

Em dias movimentados na academia, as máquinas ficam sempre ocupadas e nem todos gostam de revezar. Por isso, é importante optar por adequar o treino de forma que você não precise usar os equipamentos e pesos.

De fato, isso não é válido para todos. Visto que alguns treinos não podem ser substituídos. O ideal é conversar com o seu personal ou o instrutor da academia.

Antes de sair de casa, prepare tudo

A organização é fundamental em diversas áreas de nossas vidas, na academia não é diferente. 

Assim, antes de sair de casa, lembre-se de levar tudo o que precisa na sua mochila ou bolsa: garrafa de água, elástico de cabelo e produtos de higiene pessoal. 

Reserve um lugar para você

Caso o seu treino tenha mais movimentos funcionais e precise de kettlebell, por exemplo, reserve um cantinho da academia para se exercitar. Dessa forma, você evita usar os aparelhos ocupados e tem mais resultados.

Academia lotada: treinar em casa

Se você é do time que prefere treinar em casa quando a academia está muito movimentada, nós temos algumas dicas que podem te ajudar a deixar o treino ainda mais intenso. Assim, confira:

Aquecimento

O aquecimento é um dos fatores mais importantes na prática de exercícios físicos. Assim, você evita lesões e o corpo já fica preparado para se movimentar. Podem ser alongamentos estáticos ou dinâmicos ou 10 minutos na esteira, bike ou elíptico. 

Roupas de treino

Você não precisa gastar dinheiro em roupas de treino caríssimas, ao invés disso, busque opções que não limtem o movimento e um tênis que absorve o impacto. Caso você treine inferiores, os tênis de solado reto são as melhores alternativas.

Não exagere

Muitos acreditam que treinar em casa não traz resultados como na academia e, por isso, devem pegar pesado. Mas isso gera o overtraining, que acontece quando há um desequilíbrio entre a demanda do exercício e o período de recuperação. Ou seja, a pessoa ultrapassa seu limite sem dar ao corpo o devido descanso. 

Dessa maneira, respeite os limites do seu corpo e aumente as cargas – se utilizar – gradualmente. 

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

chá de canela
Alimentação Bem-estar

Chá de canela: para que serve, benefícios e como preparar

A bebida é uma ótima opção para esquentar o corpo — muitos afirmam, ainda, que ela emagrece. Saiba tudo sobre o chá de canela

Farinha de chia
Alimentação Bem-estar

Farinha de chia: benefícios e opções de receitas

A farinha de chia é obtida a partir da moagem das sementes de chia, trazendo praticamente os mesmos benefícios dessas sementes

mulher fazendo o exercício stiff na academia
Bem-estar Movimento

Stiff fortalece pernas e glúteos: conheça os benefícios, dicas e como fazer

O stiff é uma ótima opção de exercício para quem quer trabalhar glúteos e posteriores de coxa