Melhores vitaminas e minerais para a imunidade — e onde encontrá-los

6 de janeiro, 2022

Para prevenir o surgimento de algumas doenças, bem como auxiliar o corpo a reagir aos indesejados vírus e bactérias que fragilizam a capacidade de defesa do organismo, é importante preservar e fortalecer o sistema imunológico. E isso pode ser feito de diversas maneiras: manter uma alimentação equilibrada e saudável é uma delas (e talvez a mais importante!). Isso porque garantir quantidades suficientes de vitaminas e minerais através do que comemos no dia a dia é essencial para proteger a imunidade. Saiba mais:

O que é imunidade?

Por definição, imunidade nada mais é que a “resistência natural ou adquirida de um organismo vivo a um agente infeccioso ou tóxico”. Em outras palavras, é a proteção e defesa da saúde ou do corpo do ser humano a micro-organismos que podem provocar doenças. Com a pandemia, o até então pouco conhecido sistema imune tornou-se pauta de inúmeras pesquisas. Segundo o Google Trends Brasil, a busca pela frase “como aumentar sua imunidade” cresceu 136% durante os primeiros meses da crise sanitária. E a tendência persistiu em 2021.

A imunidade pode ser fortalecida com a adoção de um estilo de vida saudável, o que inclui a prática de exercícios físicos, o manejo do estresse, a alimentação equilibrada (priorizando proteínas, fibras, vitaminas, minerais e compostos bioativos) e um sono de qualidade. Tais hábitos soam corriqueiros e triviais, mas nem todo mundo os prioriza na rotina.

Leia também: Qual a melhor estratégia para desinchar depois das festas de fim de ano?

Melhores vitaminas e minerais para a imunidade

O clássico menu com frutas, proteínas, legumes, verduras, leguminosas, oleaginosas, sementes e cereais integrais deve ser ingerido diariamente. Desse modo, você garante que as necessidades de nutrientes e compostos bioativos sejam supridas.

Em relação às vitaminas e aos minerais, a comunidade científica revelou achados importantes no que se refere à imunidade. Um estudo realizado em 2020 e publicado pela Multidisciplinary Digital Publishing Institute (MDPI) mostra que as vitaminas A, B6, B9, B12, C, D e E, assim como os minerais zinco, selênio e magnésio, desempenham papéis fundamentais no suporte do sistema imunológico, e suas deficiências podem aumentar a fragilidade do indivíduo.

“Isso porque esses micronutrientes são fundamentais na manutenção das integridades estrutural e funcional de barreiras físicas, como pele e mucosa. E também em atividades que eliminam os patógenos – em outras palavras, organismos capazes de causar doenças. Ou seja, os processos naturais do organismo nos quais as células de defesa do corpo eliminam invasores”, explica a nutricionista Karla Maciel.

Além de turbinar o sistema imune, essas vitaminas fornecem energia ao organismo, auxiliam no processo de cura de determinadas doenças e promovem a detoxificação, ou seja, eliminação de substâncias e compostos tóxicos do organismo.

Leia também: Algas na alimentação: Conheça os benefícios e os diferentes tipos

Como consumir as principais vitaminas e os minerais para a imunidade?

A vitamina A é facilmente adquirida em vegetais amarelos e alaranjados como cenoura, abóbora, damasco, pêssego, além de laticínios derivados do leite integral, da gema de ovo e do fígado. As vitaminas do complexo B, tais quais a B6, B9 e B12, podem ser ingeridas por meio de sementes de girassol, arroz, avelã, feijão, lentilha, ovos, carnes bovina e suína e produtos lácteos.

As vitaminas C e D são abundantes em alimentos como acerola, laranja, limão, couve e peixes como salmão, truta e arenque. Por fim, e não menos importante, as principais fontes de vitamina E são as oleaginosas (como amêndoas, nozes, gérmen de trigo), o azeite de oliva e a semente de girassol.

Fonte: Karla Maciel, nutricionista e consultora da Jasmine Alimentos.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.