Transtorno de déficit de empatia: Saiba como identificar

Bem-estar Equilíbrio
27 de Julho, 2023
Transtorno de déficit de empatia: Saiba como identificar

A empatia tem a ver com a sensibilidade de ouvir alguém na essência e entender os seus desconfortos e suas alegrias. E, com isso, poder ajudá-lo a se sentir menos solitário e mais conectado. Mas você sabia que existem pessoas com transtorno do déficit de empatia?

No geral, um indivíduo sem empatia é incapaz de sair dos próprios limites psicológicos e entender a realidade dos outros, até mesmo os menosprezando.

Apesar de não estar no DSM V (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), o transtorno de déficit de empatia é uma condição observada pelo psicólogo Douglas LaBier. Em seu artigo publicado no Psychology Today, ele explica que após décadas de experiência na área, percebeu que os indivíduos revelam, cada dia mais, uma intensa falta de empatia.

No entanto, para classificar um transtorno, é preciso preencher vários critérios, o que não é o caso do déficit de empatia. De todo modo, entenda um pouco mais sobre a teoria do especialista.

Leia também: Como praticar a empatia durante a pandemia do Coronavírus

Como identificar o transtorno de déficit de empatia

Ser empático é uma capacidade humana que melhora não só as nossas relações sociais, como também o nosso bem-estar. Portanto, é fundamental entender se você está realmente negligenciando esta emoção.

Para identificar os sintomas deste tipo de transtorno é necessário estar atento a vários aspectos que o indivíduo apresenta, que podem incluir:

  • Apresentar egoísmo: Na maioria das vezes, pessoas com o transtorno de déficit de empatia acreditam ter todos os direitos e não cometer isso. Assim, pensam apenas em si próprias e acabam delegando suas tarefas para os outros.
  • Não ter filtro: Confundir a sinceridade com grosseria, dizendo todas as palavras que passam na sua mente sem ter qualquer tipo de empatia e pensar se, realmente, a informação pode afetar negativamente aquela pessoa.
  • Não compreender: Uma grande características de um indivíduo sem empatia é ouvir desabafo de outras pessoas e não entender o verdadeiro significado daquilo, ignorando o lado do outro.
  • Se incomodar com as emoções alheias: Quando alguém próximo demonstrar tristeza, você ter o pensamento de que ele está sempre assim e só quer chamar atenção. 
  • Julgar demais: Ter muitos julgamentos sobre pessoas e situações também é um sintoma do transtorno do déficit de empatia. Isso porque pessoas com esta condição não costumam enxergar os próprios erros.

Por fim, vale reforçar que o transtorno de déficit de empatia não é validado por entidades e órgãos oficiais. Dessa forma, o ideal é sempre buscar ajuda de um profissional especializado para investigar alterações emocionais e possíveis transtornos existentes. 

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!