Stevia: mitos e verdades sobre o adoçante de origem natural

Alimentação Bem-estar
15 de Setembro, 2023
Stevia: mitos e verdades sobre o adoçante de origem natural

Nativa da América do Sul, a stevia é uma planta que pertence à família dos girassóis, com folhas naturalmente doces. Por apresentar essa característica, seu uso é comum para adoçar alimentos e bebidas que visam a redução de açúcares.

As folhas contêm mais de 70 glicosídeos de esteviol, nome científico dado ao componente responsável pelo dulçor, e a intensidade pode ser entre 200 e 300 vezes maior que a do açúcar, mas sem aportar as calorias dele. “A stevia é usada há centenas de anos, e hoje, sua aplicação em alimentos e bebidas é respaldada pela ciência”, explica Henrique Ortuno Moreno, especialista de Desenvolvimento de Negócios da Ingredion.

Leia mais: Adoçantes sem açúcar: OMS faz novas recomendações. Entenda

Mitos e verdades sobre o adoçante stevia

Ajuda quem quer reduzir o consumo de açúcar

Verdade. Isso porque o adoçante stevia tem o poder de adoçar entre 200 e 300 vezes mais que o açúcar, sem aportar calorias. Além disso, não eleva os níveis de açúcar no sangue em humanos, podendo ser utilizado em sucos, chás, bolos e outros doces.

A stevia é um edulcorante não nutritivo, ou seja, ela não aporta calorias nem nutrientes às dietas. Por isso, pode ser um grande aliado para manter o sabor doce e cortar calorias da dieta diária sem afetar seus níveis de açúcar ou de insulina no sangue. Além disso, a stevia é segura para pessoas com diabetes e não contribui para o surgimento de cáries dentárias.

A stevia não é doce

Mito. Originalmente, as folhas de stevia possuem seu dulçor característico, mas é necessário saber fazer a extração dos componentes que dão dulçor corretamente. Existem mais de 70 glicosídeos de esteviol diferentes em uma única folha e cada um deles confere um perfil único aos alimentos adoçados com stevia.

É uma opção de adoçante mais saudável

Verdade. Os edulcorantes à base de stevia, cujo aporte calórico é zero, podem ser uma ferramenta valiosa para entregar produtos que aliam saúde e bem-estar. Assim, seu uso é cada vez mais frequente para adoçar alimentos, conferindo menos teor de açúcar e calorias totais.

Sobre o autor

Fernanda Lima
Jornalista e Subeditora da Vitat. Especialista em saúde

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!