Síndrome do jaleco branco: Você já ouviu falar?

Bem-estar Equilíbrio
08 de Outubro, 2020
Síndrome do jaleco branco: Você já ouviu falar?

Há diversas pessoas que temem em ir aos hospitais ou receber visitas de médicos. Mas quando esse medo vira algo excessivo, pode ser que você esteja vivenciando a síndrome do jaleco branco.

Conhecida também como iatrofobia, a síndrome do jaleco branco é um tipo de transtorno psicológico que refere-se a pessoas que tem um medo irracional em relação aos médicos, hospitais, clínicas e consultórios e também objetos, como por exemplo, jaleco e estetoscópio.

Desse modo, um indivíduo com esse transtorno pode sentir pavor e entrar em um estado de ansiedade que, conforme aumenta a gravidade, pode levar até mesmo a uma crise de pânico. Além disso, também pode ocorrer o aumento da pressão sanguínea. 

O transtorno foi identificado pela primeira vez no início dos anos 1980, de acordo com registros da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

A síndrome do jaleco branco surge tanto na infância quanto na fase adulta, e cada pessoa pode apresentar os sintomas de maneira diferente.

Leia também: Distimia: O que é, quais são os sintomas e tratamento

Causas

As causas da síndrome são psicológicas e normalmente estão relacionadas a alguma experiência traumática.

Assim, os traumas podem ter relação com a infância, onde a imagem do médico é associada a injeções e agulhas. O quadro pode se agravar ainda mais quando o paciente passa por experiências negativas no ambiente hospitalar, como a perda de um familiar ou um tratamento médico sofrido.

Ademais, a síndrome também pode ser desenvolvida ao longo da vida adulta, devido à notícias sobre erros médicos, por exemplo.

Leia também: TDAH: Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade

Sintomas

A característica principal da síndrome do jaleco branco é o aumento da pressão arterial. Contudo,  também podem ocorrer outros sintomas, que incluem:

  • Tremores;
  • Suor frio;
  • Aumento da frequência cardíaca;
  • Ânsia de vômito;
  • Tensão muscular.

Como controlá-la

A síndrome do jaleco branco pode ser controlada de acordo com a causa do transtorno. Por isso, se os sintomas são persistentes, é fundamental consultar um psicólogo para que ele possa identificar o motivo do surgimento da síndrome e, assim, aliviar os sintomas.

Nesse sentido, embora o contato pessoal com os médicos seja o mais recomendável, opte por considerar serviços que disponibilizam consulta por telefone ou via internet.

Pode ser útil também, buscar um ambiente acolhedor para realizar os procedimentos médicos, que não lembre o hospital ou consultório. Terapias como a hipnose também pode são recomendadas.

Por fim, para aliviar os sintomas de ansiedade, o médico especialista pode prescrever medicamentos. O ideal é adotar atividades no seu dia-a-dia que ajudem a relaxar, como praticar exercícios físicos, yoga, meditação e ter uma alimentação balanceada.

Leia também: Dismorfofobia: Transtorno dismórfico corporal

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas