Saúde mental: Como colocá-la em primeiro lugar

17 de janeiro, 2020

Cuidar da saúde mental é importante para ter uma melhor qualidade de vida e evitar problemas como a ansiedade, exaustão e depressão.

Atrelada à saúde emocional, a saúde mental está conectada ao bem-estar do indivíduo e também à sua capacidade de controlar as emoções. No entanto, quando precisa de atenção, pode abrir precedentes para o desenvolvimento de transtornos como depressão, síndrome do pânico e bipolaridade.

Ou seja, tem muito mais a ver com sintomas que desencadeiam desequilíbrios fisiológicos e neurológicos. Por isso que, nestes casos, é preciso a intervenção de um psiquiatra, que avalia e diagnostica um possível transtorno mental. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a depressão é a principal causa de incapacidade do mundo, afetando mais de 300 milhões de pessoas. Pensando nisso, você não quer estar no meio dessa lista, não é mesmo?

Portanto, se para esse novo ano deseja estabelecer a meta de cuidar mais de você, e da sua saúde mental, veja algumas estratégias a serem adotadas para uma rotina mais saudável.

Identifique seus estressores

Para enfrentar bloqueios mentais, você precisa saber quais são eles. Faça uma lista de seus estressores e os numere em uma escala de 1 a 10. Depois, por ordem de importância.

Isso não apenas ajudará você a ter uma noção do que está causando preocupação, mas também a entender onde você deve colocar seu foco.

Leia também: Saúde mental e saúde emocional: As diferenças e semelhanças entre elas

Defina limites para evitar a negatividade

Após fazer a lista de prioridades de saúde mental, defina limites. Se você se preocupa muito com algum amigo que constantemente deixa a conversa negativa, pare de tolerar isso silenciosamente. 

Uma ótima maneira de facilitar isso é cortar as redes sociais, pois é difícil não se comparar com o que os seus amigos (ou famosos) estão fazendo, o que pode causar baixa autoestima.

Priorize o exercício físico

Praticar exercícios não tem a ver apenas com a saúde física e aparência. Também desempenha um papel importante no estado de saúde mental.

O recomendado é se exercitar de 15 a 30 minutos, três dias por semana. Pesquisas mostram que atividades físicas pode ajudar a melhorar o humor e gerenciar a ansiedade e estresse.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.