Remada alta: benefícios e como fazer

Bem-estar Movimento
23 de Novembro, 2023
Remada alta: benefícios e como fazer

A remada alta é um exercício de musculação que visa fortalecer a musculatura dos ombros e trapézio. Conhecida como um dos melhores exercícios para melhorar a força das costas, a remada também ajuda a combater a má postura, colocando o ombro de volta em uma posição neutra. Pode ser feita com: polia, halter, barra, kettlebell.

Leia mais: Remada: benefícios, como fazer e variações do exercício

Benefícios da remada alta

  • Fortalecimento dos ombros;
  • Hipertrofia de deltóides e trapézio;
  • Desenvolvimento do trapézio;
  • Desenvolvimento de ombros harmoniosos;
  • Auxilia na estabilização da articulação do ombro.

Como fazer

  • Primeiramente, fique em pé com os pés afastados na largura dos ombros. Então, segure o acessório e deixe-o pendurado à sua frente com braços esticados. As palmas das mãos devem estar voltadas para o corpo e as mãos alinhadas com as coxas.
  • Em seguida, inspire e contraia o abdômen. Mantenha as costas retas, o peito erguido e os olhos voltados para a frente.
  • Levante a barra em direção ao queixo enquanto expira dobrando os cotovelos e mantendo a barra próxima ao corpo. Seus braços não devem ficar mais altos do que paralelos aos ombros. Então, faça uma pausa no topo e abaixe a barra enquanto inspira, retornando-a à posição inicial.

Riscos

O grande risco da remada alta está associado com a qualidade de execução do movimento. Por isso, é fundamental ter cuidado para evitar lesões, principalmente nos ombros. Muitos praticantes utilizam um excesso de peso nas barras, dão impulsos com a coluna ou sobem os cotovelos até a linha das orelhas no momento de realizar o exercícios. Assim, a sobrecarga na lombar e nos ombros é grande e as chances de lesões são muito maiores.

Outro risco é a realização dos exercícios quando já existem problemas nas articulações. Desse modo, muitas pessoas não têm ciência desses problemas e acabam realizando esforços que não poderiam. Qualquer que seja o seu caso, o ideal para evitar esses riscos é sempre buscar por orientação de médicos e treinadores para a execução dos movimentos. Além disso, avaliações antes de iniciar os treinos podem ser a melhor opção para evitar lesões, principalmente em articulações.

Sobre o autor

Fernanda Lima
Jornalista e Subeditora da Vitat. Especialista em saúde

Leia também:

chá de canela
Alimentação Bem-estar

Chá de canela: para que serve, benefícios e como preparar

A bebida é uma ótima opção para esquentar o corpo — muitos afirmam, ainda, que ela emagrece. Saiba tudo sobre o chá de canela

Farinha de chia
Alimentação Bem-estar

Farinha de chia: benefícios e opções de receitas

A farinha de chia é obtida a partir da moagem das sementes de chia, trazendo praticamente os mesmos benefícios dessas sementes

mulher fazendo o exercício stiff na academia
Bem-estar Movimento

Stiff fortalece pernas e glúteos: conheça os benefícios, dicas e como fazer

O stiff é uma ótima opção de exercício para quem quer trabalhar glúteos e posteriores de coxa