Preta Gil tentou fertilização in vitro; quando procedimento é indicado?

Gravidez e maternidade
01 de Fevereiro, 2023
Preta Gil tentou fertilização in vitro; quando procedimento é indicado?

Em tratamento contra o câncer de intestino, Preta Gil disse que já tentou realizar fertilização in vitro para engravidar de seu atual companheiro. A cantora falou os detalhes no último episódio do Quem Pode, Pod que fez o procedimento por duas vezes, mas sem sucesso.

“Todas aquelas coisas que a gente poderia ter feito, congelar óvulos, fazer FIV, a gente já passou por isso e não deu certo. Esse processo, pelo menos para mim, se encerrou. Tem um dano muito grande no corpo e no emocional da mulher fazer fertilização in vitro. Então, você tem que saber o limite do seu corpo. Não é a qualquer custo. A gente fez o tratamento quando eu tinha 45, 46 anos”, disse Preta ao podcast de Giovanna Ewbank e Fernanda Paes Leme.

Veja também: Anticoncepcional na gravidez pode prejudicar o bebê?

Preta Gil tentou fertilização e ficou mal física e emocionalmente; por que isso acontece?

Preta não está sozinha. A frustração de não conseguir engravidar é normal, principalmente depois de algumas tentativas. Além do abalo emocional, a fertilização in vitro requer preparação prévia.

Primeiro, o casal precisa se submeter a exames para verificar a saúde e a fertilidade. Com isso, entra o tratamento com hormônios, que serve para estimular o crescimento e recrutamento dos folículos existentes naquele ciclo menstrual no ovário. Dessa forma, há mais chances dos folículos crescerem, aumentando a quantidade de óvulos no momento da coleta.

Depois, com o devido acompanhamento, o médico realiza a retirada dos óvulos e do sêmen e executa a fertilização no laboratório para gerar os embriões. Tal etapa dura aproximadamente duas semanas, sendo que o embrião demora de três a cinco dias para amadurecer.

Por fim, é feita a transferência do embrião, que pode ocorrer no ciclo menstrual vigente ou apenas no próximo. Na última situação, os embriões vão para o congelamento até acontecer o próximo ciclo.

Ou seja, uma única tentativa pode demorar até dois meses para se concretizar. Ainda assim, a probabilidade de dar certo é de 50% a 60%.

Por que algumas mulheres não conseguem engravidar com a FIV?

O sucesso depende de diversos fatores que vão além da dedicação ao tratamento. De acordo com o ginecologista e obstetra Fernando Prado, especialista em Reprodução Humana e diretor clínico da Neo Vita, um dos principais fatores é a idade da mulher.

Quanto mais velha, menor é a qualidade do óvulo e, consequentemente, sua chance de gerar uma gravidez. É por esse motivo que o congelamento de óvulos é encorajado para mulheres que já têm planos de engravidar após os 35 anos de idade.

Afinal, uma vez congelada, a célula para de envelhecer e mantém sua viabilidade. “Outro motivo das falhas na FIV é a receptividade endometrial. Ou seja, quando o endométrio, mucosa que reveste o útero, não está preparado para receber o embrião, o que geralmente é causado por doenças e alterações uterinas como endometriose, trombofilias, adenomiose e condições autoimunes”, diz o médico.

Além disso, existem fatores masculinos. Assim como o óvulo, os espermatozoides devem ser de boa qualidade para garantir o sucesso da fertilização in vitro, pois compõem 50% do embrião. “Os espermatozoides podem apresentar alterações no DNA, na motilidade e na quantidade, resultando assim em embriões de baixa qualidade, que podem falhar na implantação ou levar a abortos”, diz o especialista.

Todavia, mesmo com óvulos e espermatozoides de boa qualidade, ainda é preciso avaliar a viabilidade dos embriões após a fecundação em laboratório. Há casos chamados fatores embrionários.

“Para se implantar corretamente no endométrio e assim se desenvolver, o embrião deve ter uma boa qualidade embrionária, com um número de células adequado para o estágio de desenvolvimento e pouca fragmentação”, esclarece Fernando.

Preta Gil tentou a fertilização por duas vezes; até quando o casal pode tentar?

Segundo o médico, não existe um número máximo de tentativas. Portanto, precisam existir chances reais de sucesso para insistir na alternativa.

“Contudo, consideramos que em até três tentativas é esperada uma taxa acumulada de gravidez de até 80%, para mulheres jovens. Quando a mulher tem mais de 35 ou mais de 40 anos, o número de tentativas necessárias para se chegar à gravidez pode ser maior, até cinco ou 7 vezes. É um processo desgastante. Portanto, se houver falta de êxito, sugerimos novas formas. Por exemplo, banco de sêmen, óvulos doados, barriga solidária e adoção”, finaliza o especialista.

 

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

pernas de mulher recebendo depilação a laser
Gravidez e maternidade Saúde

Grávida pode fazer depilação a laser?

Especialista explica se a depilação a laser é segura durante a gravidez

mulher tratando os cabelos do filho deitado em uma almofada
Gravidez e maternidade Saúde

Mitos e verdades sobre piolhos e como proteger seu filho

Dermatologistas orientam sobre a importância de evitar a automedicação. Os pais devem ficar atentos e avisar a escola caso a criança tenha piolhos ou lêndeas

taping
Gravidez e maternidade Saúde

Taping: conheça a técnica de contenção abdominal que ajuda na recuperação pós parto

A técnicam já utilizada na recuperação de cirurgias, também pode ajudar as mamães com os incômodos após o nascimento do bebê