Família: O relacionamento familiar influencia no estresse em geral

O relacionamento com a família é a base para o desenvolvimento de todos os componentes da vida. Ele fornece um tipo de apoio social que você não pode obter de outras pessoas.

Geralmente, dependemos dos familiares em tempos de crise, para obter suporte emocional, e muitas vezes financeiro. Assim, nossa família carrega toda nossa história, e relembra conosco nossa infância quando nós mesmos esquecemos. Afinal, quem melhor do que nossos pais, irmãos, e parentes próximos para falar sobre isso?

Essa conexão com boas lembranças, apoio em momentos de necessidade e o amor quase incondicional é uma maneira única de a família nos trazer felicidade e alívio do estresse.

Leia também: Constelação familiar: Como funciona e quais os benefícios

Entretanto, com a complexidade desse relacionamento, nem sempre é fácil. Dessa forma, podem ocorrer brigas e desentendimentos, afetando a saúde emocional, aumentando o estresse e a tensão.

Então, se você deseja amenizar os estressores no geral, sentir-se mais conectado com a família pode ajudar. Siga os passos abaixo:

Respeite o espaço de cada um

O respeito é o fator essencial para um bom relacionamento com a família. Pois, sem ele as relações familiares tornam-se desgastadas. Todos temos escolhas pessoais, sendo assim, é preciso respeitar o espaço uns dos outros.

Tenha empatia com a sua família

Lidar com outras pessoas pode ser difícil, independente de serem membros da família ou não. Cada um age de um jeito, e por esse motivo devemos saber como estamos nos sentindo, entender e respeitar o tempo do próximo. Assim, a comunicação será de fácil entendimento.

Tenha tolerância com os defeitos das pessoas da sua família

Ninguém está livre de ter defeitos. Assim, para um bom convívio em família, devemos ser tolerantes e compreender o próximo, em vez de julgar. Ter um diálogo sincero também é muito importante.

Enxergue o lado positivo

Se você tem aquele parente que é exigente, arrogante ou que fala bastante e não dá espaço para os outros, tente enxergar o lado positivo nele. Procure alguma qualidade que essa pessoa tem. Com isso, você os incentiva também a crescer. 

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.