Doce zero açúcar tem menos calorias?

24 de junho, 2020

É muito difícil se manter longe de um docinho, e muitas vezes quem está de dieta fica com vontade de morder pelo menos um pedaço de uma sobremesa saborosa. Mas, você já sabe que exagerar no açúcar tem efeitos negativos tanto na balança quanto na saúde. Nesse caso, o doce zero açúcar parece uma ótima solução para o problema, certo?  

Na verdade, essas opções podem acabar se tornando uma verdadeira armadilha. Isso porque a indústria, ao fabricar esses alimentos, utiliza outros ingredientes para substituir o açúcar refinado. Entre os adoçantes artificiais mais comuns estão a sucralose, o aspartame e a sacarina. Álcool de açúcar, como xilitol e sorbitol, e outros aditivos (maltodextrina, por exemplo) também são muito utilizados. Já a estévia, um adoçante natural, vem conquistando cada vez mais espaço. 

A verdade sobre os doces zero açúcar

“Quando consumidos em pequenas quantidades eles não causam prejuízo à saúde, mas quem ingere muito industrializado ou usa adoçante em tudo comete um grave engano, pois todos em excesso fazem mal, até mesmo os naturais”, informa Fabiana Nalon, Mestre e pesquisadora de Doutorado em Nutrição Humana pela Universidade de Brasília (UnB).

Outra dúvida recorrente de quem consome ou quer consumir esse tipo de alimento é se doce zero açúcar tem menos calorias que o convencional.  Segundo Fabiana, nem sempre essa conta é verdadeira. Às vezes, a retirada do açúcar de um produto pode resultar em maior necessidade de gordura. E aí, nesses casos, o valor calórico final pode ser até maior no pacotinho zero açúcar. 

Além disso, as versões sem açúcar estão cheias, não só de adoçantes, mas outros ingredientes e também carboidratos. Isso é particularmente ruim para pessoas com diabetes: “Quem tem diabetes tem que calcular todo carboidrato que ingere, não apenas o açúcar. Ele pode até mesmo comer alguma coisa que contenha açúcar desde que esteja dentro da cota de carboidrato compatível com o horário da refeição e com a medicação recomendada pelo médico”.  

Leia também: 6 motivos para incluir o chocolate amargo na dieta

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.