Como controlar a compulsão alimentar? Confira dicas

Alimentação Bem-estar Equilíbrio
08 de Agosto, 2019
Como controlar a compulsão alimentar? Confira dicas

Veja se você se reconhece nessa situação: toda vez que fica um pouco mais ansiosa para algum evento no trabalho, passa nervoso no trânsito ou briga com alguém, começa a comer tudo o que vê pela frente. Veja como controlar a famosa compulsão alimentar.

Muito além do simples fato de comer demais, a pessoa com descontrole em relação à comida pensa nisso o tempo todo, além de se alimentar mais vezes que a maioria dos que estão a sua volta, mesmo sem a sensação de fome ou sentindo desconforto após alimentação excessiva. 

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2017 garantem que o transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP) atinge em torno 2,6% da população do mundo. 

Assim, o distúrbio é caracterizado pela falta de controle na ingestão dos alimentos. É o caso em que a pessoa se alimenta por vontade de comer e não por fome, por exemplo. Ademais, muitas vezes, o que come são excessos de alimentos gordurosos ou cheios de açúcar.

“O comer compulsivo mais prevalente é relacionado a momentos de estresse e ansiedade, o que não está relacionado a nenhum diagnóstico fechado. Menos comuns são Transtorno de Compulsão Alimentar Periódica, o comer noturno e a bulimia nervosa. Mais raramente, existem compulsões alimentares relacionadas a síndromes neurológicas ou fármacos”, explica Mariela Silveira, médica nutróloga especialista em terapia cognitiva e mindfulness.

Dicas para controlar a compulsão alimentar

  • Não espere sentir muita fome para comer. O ideal, então, é fazer de cinco a seis refeições por dia – duas principais e três ou quatro lanches intermediários saudáveis;
  • Mastigue devagar, sem pressa. Pois, o cérebro leva alguns minutos para processar a sensação de saciedade;
  • Evite estocar excesso de alimentos em casa, na bolsa ou no armário do trabalho. Isso porque ter guloseimas sempre à mão também facilitam o processo de compulsão;
  • Planeje o que vai comer durante o dia e separe em porções reduzidas para evitar grandes quantidades;
  • Não pule refeições. Este hábito altera a glicemia e provoca mais compulsão na refeição seguinte;
  • Mantenha–se hidratado, uma vez que a região cerebral que controla a sede é a mesma que controla a fome;
  • Picar frutas e legumes também ajuda a enganar o cérebro, que acha que está ingerindo uma porção maior;
  • Pratique exercícios físicos, já que eles ajudam a reduzir o estresse e a ansiedade, aumentam a resiliência emocional, melhoram o equilíbrio de hormônios e neurotransmissores e ajudam a manter o peso corporal adequado;
  • Comer com atenção plena, com momento reservado para isto, sentado à mesa, sem presença de telas, preferencialmente com familiares, também são fatores protetores para evitar a compulsão. 

Leia também: Compulsão alimentar: Como identificar e controlar esse distúrbio

Sobre o autor

Amanda Figueiredo
Amanda Figueiredo é nutricionista clínica pela USP (Universidade de São Paulo), pós-graduada em Saúde da Mulher e Reprodução Humana pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) e especialista em emagrecimento e nutrição estética CRN-3 77456 Também é jornalista e editora-chefe da Vitat.

Leia também:

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

Quais são os benefícios da banana para a saúde? Veja lista e receitas saudáveis

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

horário para treinar
Bem-estar Movimento Saúde

Estudo revela melhor horário para pessoas com obesidade treinaram

O estudo da Universidade de Sidney identificou benefícios do treino noturno para a saúde do coração

Chás pré e pós-treino
Alimentação Bem-estar

Chás pré e pós-treino: veja as melhores opções

O chá é a segunda bebida mais consumida mundialmente, depois da água, sendo o Brasil um dos maiores consumidores. De acordo com um balanço da Euromonitor