Comer o que gosta deve fazer parte de uma dieta saudável

31 de janeiro, 2020

É comum pensar que dieta saudável e comer o que gosta não andam de mãos dadas. E há quem fuja de seguir uma alimentação balanceada por imaginar que ficará restrito a tofu e leite de vegetais. 

Por mais que as técnicas culinárias tenham se aprimorado, a percepção de que uma alimentação saudável exige sacrifício de sabor permanece. Mas, especialistas em nutrição argumentam que comer o que gosta e por prazer pode sim fazer parte de uma vida mais equilibrada. 

Portanto, considere esta ideia: é possível comer por prazer e saudavelmente ao mesmo tempo. Pois, os dois conceitos não são mutuamente exclusivos. Na verdade, você provavelmente acabará mantendo uma dieta saudável a longo prazo quando consumir alimentos que o fazem feliz.

Dessa maneira, a comida deve ser agradável. Além disso, deixar de comer o que gosta ou forçar-se a consumir alimentos “saudáveis” que você odeia, provavelmente não o ajudará a adotar hábitos saudáveis ​​de maneira consistente e duradoura. 

Assim, se você não gosta de peixe, existem outras opções saudáveis ​​que pode degustar, como frango e carne branca. Contudo, reconheça suas preferências, mas esteja aberto a experimentar novos e antigos alimentos de vez em quando. 

Não rotule os alimentos

Geralmente, quem está de dieta costuma classificar os alimentos  “com culpa” e “sem culpa”. Porém, parte do que o leva a comer sorvete ou batatas fritas em excesso é uma fixação ao fascínio dos “alimentos ruins”, aqueles que são proibidos em um suposto plano alimentar. Assim, tente ver todos os alimentos como iguais. Isso requer prática, então lembre-se de sua nova mentalidade quando se perceber pensando que bolo é ruim e que uva é bom.

Leia também: Mindful Eating: O método que ensina a comer de forma consciente

Encontre um plano alimentar que consiga seguir

Por fim, se o plano alimentar soa como um castigo cruel, não deve ser adotado. Você ainda terá opções para comer quando sair com os amigos ou viajar para um novo lugar? Será uma grande dor encontrar alternativas regularmente? Nenhuma dieta vai funcionar se não for adequado para as realidades da vida cotidiana.

Leia também: Alimentação intuitiva: O que é e como seguir

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.