Blends protéicos e whey protein: Conheça a diferença entre eles

Alimentação Bem-estar
17 de Setembro, 2021
Blends protéicos e whey protein: Conheça a diferença entre eles

Quem começa a treinar com mais frequência normalmente também procura se informar sobre a dieta mais adequada para conquistar os melhores resultados. E aí, se depara com diversas opções de suplementos que ajudam a ganhar massa muscular. Entre elas estão os famosos blends protéicos e whey protein. Mas, você conhece as diferenças entre eles?

De acordo com Sara Singer, nutricionista do Grupo Conexa, maior player de saúde digital integral da América Latina, o nome whey protein é específico para proteínas que derivam do soro do leite. “Já o blend proteico é um mix de duas ou mais fontes de proteínas, ou seja, pode conter albumina, caseína, proteína de carne, entre outras. Assim, o grande diferencial surge por conta das tantas fontes diferentes em um só produto, e cada uma delas possui o próprio tempo de digestão e absorção”, explica.

Leia também: Bebidas energéticas naturais para o pré-treino

Características dos suplementos

A especialista conta que existem diferentes tipos de proteínas com excelentes valores biológicos que ajudam no balanço calórico proteico diário e, por consequência, no ganho de tecido magro. “As proteínas do leite, por exemplo, possuem alto valor nutricional, contendo alto teor de aminoácidos essenciais, especialmente os de cadeia ramificada. Elas são divididas em: caseína, presente na parte sólida e responsável por 80% das proteínas; e whey, presente no soro do leite e somando 20% desse percentual.”

Segundo Sara, uma das principais vantagens das proteínas do soro do leite (whey protein), além do seu perfil biológico excelente, é sua velocidade de absorção, que é muito rápida. Por outro lado, a caseína, apesar do alto valor biológico, não apresenta essa mesma característica. “Quando entra em contato com o ácido clorídrico presente no estômago, a mesma coagula, dificultando o esvaziamento gástrico. Isso, para muitos, é uma grande vantagem. Pois, o lento esvaziamento gástrico reduz significativamente a sensação de fome”, diz. 

Como consumir blends proteicos e whey protein

Nesse contexto, em geral o whey protein é indicado para o pré e o pós-treino, enquanto os  blends proteicos são uma ótima estratégia para substituir refeições sólidas por líquidas durante o dia ou à noite e para otimizar o balanço protéico quando o pós-treino é a última refeição do dia, evitando catabolismo muscular, melhorando a hipertrofia e reduzindo a fome.

A nutricionista informa que o blend de proteína pode ser consumido inclusive após  treinos mais intensos para reposição de proteínas e glicogênio muscular. “Além disso, pode ser consumido nas refeições intermediárias como um aporte proteico e energético para dietas cujo objetivo é aumento de massa magra (peso)”, completa.

Ela ressalta que o consumo de suplementos alimentares requer orientação de um nutricionista ou médico. “Se o indivíduo for mal orientado, pode aumentar o percentual de gordura corporal, ter acne, gases e alergias respiratórias no caso de consumir proteína em excesso. Além disso, pode apresentar dificuldade de digestão.”

Leia também: O que comer no pré e pós-treino em uma dieta low carb

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

dieta do óleo de coco
Alimentação Bem-estar

Dieta do óleo de coco: o que é, riscos e cardápio

Na prática, os benefícios da dieta do óleo de coco estão em sua ação no organismo. Saiba mais

mulher correndo na esteira da academia. Ela usa um véu na cabeça
Bem-estar Movimento

Qual cardio queima mais calorias? Especialista responde

Corrida, bike, natação… Você já se perguntou qual tipo de cardio queima mais calorias? Profissional de educação física responde