1 mês sem celular: homem relata benefícios de se desconectar

Bem-estar Equilíbrio
07 de Março, 2023
1 mês sem celular: homem relata benefícios de se desconectar

O jornalista americano Luke Andrews, do jornal Daily Mail, decidiu fazer um experimento inusitado e, no mínimo, corajoso: ficar 1 mês sem celular. Após a experiência, ele escreveu um relato contando como foram as quatros semanas sem o aparelho e quais sintomas físicos e mentais surgiram nesse período.

A decisão do jornalista em se afastar do celular veio depois que ele percebeu que passava ao menos 5 horas do seu dia no smartphone — o que equivale a 76 dias completos em um ano. Luke pegava o aparelho de 150 a 200 vezes ao dia, e era conhecido como “viciado e telefone” pela família. Veja agora o que o jornalista enfrentou e os benefícios que essa prática pode trazer para a saúde mental.

Leia mais: Distância entre as telas e os olhos: qual é a ideal para a saúde ocular?

1 mês sem celular: tarefas graduais

Com o “diagnóstico” do seu vício, o jornalista aderiu ao plano do livro “How to Break Up With Your Phone” (“Como se separar do seu telefone”, em tradução do inglês). Dessa forma, na primeira semana, o plano orienta não deixar o celular da mesa de cabeceira e, para não perder a hora, deve-se utilizar um despertador. Além disso, conta Andrews, o plano exige a exclusão de todos os aplicativos de mídia social. “Para ser sincero, quase desisti do plano assim que li essa parte do livro”, confessa ele, que utiliza algumas redes para trabalhar.

Além dessas tarefas, outras também foram incorporadas ao longo das quatro semanas, como desativar notificações, delimitar espaços em que o celular não poderia ser utilizado, entre outras.

Sintomas da abstinência

Conforme mencionado, o jornalista abandonou o celular de forma gradual. Dessa forma, no início, ele ainda utilizava o aparelho, mas não recebia as notificações. Então, relatou o primeiro sintoma da abstinência do celular: ‘zumbidos fantasmas’ em seu bolso depois de desativar as notificações.

Os zumbidos (ou vibrações fantasmas) ocorrem quando você pensa que sente uma notificação chegando do seu telefone, mas quando verifica a tela, não há nada de novo. “Abandonar as notificações foi muito mais fácil do que eu esperava e algo que nunca vou reverter. Agora sou um forte adepto da visão de que, se for tão importante, você pode me ligar”, afirmou. Além disso, ele também relatou ansiedade.

Jornalista relata os benefícios de ficar 1 mês sem celular

Para o jornalista, o plano de ficar 1 mês sem celular mostra como construir um novo relacionamento com seu telefone.

Dessa forma, na quarta semana, ele decidiu prosseguir com os novos hábitos. “No final do plano, o meu uso caiu para cerca de uma hora e 50 minutos por dia, e eu só pegava o celular 60 vezes por dia. Se eu continuar assim por um ano, em comparação com quando comecei, são 1.095 horas economizadas — ou 45 dias inteiros!”, comemorou.

“Alguns meses depois de terminar o plano, agora meu tempo de tela aumentou um pouco, mas ainda está em torno de 2h30. Meu uso médio de telefone após o plano sugere que teve efeito. As notificações desapareceram para sempre, meu telefone está totalmente desligado durante o horário de trabalho e agora mora na cozinha de casa — tendo sido suplantado pelo despertador. As vibrações fantasmas também desapareceram na minha perna”, conta Luke Andrew.

Como diminuir o vício em celular com dicas simples

  • Não use o celular ao dirigir: Quando estiver ao volante, coloque seu dispositivo em algum lugar completamente inacessível, como no porta-luvas ou no porta-malas. Ou simplesmente desligue a internet;
  • Recompense-se: Por muitas vezes, o que o cérebro realmente quer é entretenimento, conexão ou pausa. Portanto, tente fazer isso de modo diferente, como por exemplo conversar com um colega de trabalho, passear ou brincar com um animal de estimação;
  • Faça uma lista: Anote as atividades que você deseja realizar mais, mas não tem tempo. Talvez seja culinária, tricô ou yoga. Então, em vez de ficar nas redes sociais, gaste pelo menos 10 minutos por dia fazendo alguma dessas atividades;
  • Leia um livro;
  • Respire: pratique respiração. Para isso, inspire devagar e suavemente pelo nariz e logo após expire completamente. Repita 10 vezes e depois deixe a respiração voltar ao normal.

Sobre o autor

Fernanda Lima
Jornalista e Subeditora da Vitat. Especialista em saúde

Leia também:

chá de canela
Alimentação Bem-estar

Chá de canela: para que serve, benefícios e como preparar

A bebida é uma ótima opção para esquentar o corpo — muitos afirmam, ainda, que ela emagrece. Saiba tudo sobre o chá de canela

Farinha de chia
Alimentação Bem-estar

Farinha de chia: benefícios e opções de receitas

A farinha de chia é obtida a partir da moagem das sementes de chia, trazendo praticamente os mesmos benefícios dessas sementes

mulher fazendo o exercício stiff na academia
Bem-estar Movimento

Stiff fortalece pernas e glúteos: conheça os benefícios, dicas e como fazer

O stiff é uma ótima opção de exercício para quem quer trabalhar glúteos e posteriores de coxa