Treinar todo dia no mesmo horário é correto?

14 de julho, 2022

Enquanto alguns acordam cedinho para malhar, outros preferem ir após o expediente. Mas quando o assunto é treinar, sempre surge a dúvida: precisa treinar todo dia no mesmo horário? 

De acordo com um estudo feito em 2019, publicado na Obesity, o ideal é treinar no mesmo horário todos os dias da semana. 

Independente de ser pela manhã, tarde ou noite, é necessário levar em conta a constância e disciplina. Por isso, manter uma rotina ajuda a manter ainda mais o foco.

Leia também: Antes ou depois do treino: o horário certo para tomar cada suplemento

O que diz o estudo sobre treinar todo dia no mesmo horário?

A pesquisa contou com a participação de 375 pessoas que treinam regularmente, emagreceram e mantiveram o peso perdido por 7 anos. Assim, eles se exercitavam cerca de duas vezes por semana. 

Os participantes foram divididos em dois grupos, na qual um treinava sempre no mesmo horário, enquanto o outro grupo se exercitava em horários diferentes ao longo da semana. Assim, os cientistas avaliaram os hábitos de treino de cada grupo por meio de questionários. Também havia um registro criado para coletar dados sobre as características de pessoas que perderam peso.

Os resultados mostraram que 68% dos participantes que se exercitavam no mesmo horário todos os dias, registraram 350 minutos de atividade física moderada a vigorosa por semana. Por outro lado, os 32% (grupo “inconsistente”) que variavam o horário no decorrer da semana, treinavam por apenas 285 minutos.

Além disso, cerca de 47,8% das pessoas que treinavam no mesmo horário do dia consistentemente preferiam malhar de manhã.

Ou seja, este estudo ressalta a importância de não só se exercitar, como também manter uma constância na sua rotina de treinos. Escolha o horário que mais se adequa para você. Lembre-se de que a prática de exercícios não é única forma de ganhar resultados. Ter uma alimentação saudável, manter-se hidratado e dormir 8 horas por dia é essencial para manter uma vida saudável.

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.