Como voltar ao trabalho presencial afeta a saúde mental

16 de novembro, 2021

Por conta da pandemia, nos últimos dois anos, a saúde mental dos trabalhadores foi drasticamente afetada, uma vez que muitas empresas adotaram o home office e as pessoas tiveram que se acostumar com o novo modo de operar. Contudo, voltar para o trabalho presencial também pode afetar a mente.

“A maioria das pessoas que trabalha em casa se acostumou com seus novos hábitos e reluta em mudá-los novamente. Isso pode explicar porque muitas pessoas estão ansiosas ou incomodadas com a perspectiva de voltar ao escritório. Portanto, não apenas nossas rotinas estão sendo interrompidas novamente, mas estamos retornando ao trabalho e à escola enquanto ainda há uma enorme sensação de incerteza”, afirma Rosangela Sampaio, psicóloga, coach de carreiras e apresentadora do programa Mulheres Em Flow.

Assim, a especialista ainda afirma que sem a certeza, o nosso cérebro tende a preencher as lacunas com “e se”, o que causa a famosa ansiedade. “O simples fato de obtermos respostas, na medida do possível, acalmará nosso cérebro”, diz.

Além disso, outro fator que pode gerar medo em voltar ao trabalho presencial é a produtividade. Segundo Rosangela, a ansiedade faz com que façamos e falemos coisas que não faríamos se estivéssemos mais tranquilos, afetando a nossa performance significativamente.

Leia também: Saúde mental nas empresas em tempos de pandemia

Mas como controlar a ansiedade no trabalho?

“Quando sentimos emoções intensas, não conseguimos pensar normalmente, nossas ideias ficam bagunçadas e muitos pensamentos distorcidos têm evento cascata, levando a um estado de medo que acaba gerando ansiedade”, ressalta a psicóloga.

Para não deixar a produtividade e o rendimento serem afetados no trabalho, é fundamental aprender a gerenciar nossas emoções. Portanto, veja algumas estratégias recomendadas pela psicóloga Rosangela Sampaio:

  • Eduque-se para reconhecer os sintomas da sua ansiedade e saber como lidar com eles;
  • Faça listas de trabalho e reserve tempo suficiente para concluir cada tarefa;
  • Antecipe os problemas de trabalho para evitá-los;
  • Peça ajuda se você estiver sobrecarregado;
  • Organize seu ambiente de trabalho;
  • Faça pausas com alguns minutos de respiração profunda — isso pode ajudar a clarear as ideias;
  • Defina limites, procure não trazer trabalho para casa;
  • Reserve um momento para comemorar seu bom desempenho antes de passar para a próxima atividade.

Dicas para lidar com o trabalho presencial

  • Busque entender sobre os planos de retorno ao trabalho de sua empresa;
  • Se algo estiver incomodando, pense o que faria você ficar melhor e sugira possíveis mudanças;
  • Planeje com antecedência sua nova rotina — isso porque a preparação ajudará na transição;
  • Prepare-se emocionalmente. Isto é, pense quais aspectos do trabalho em casa mais aprecia e como pode manter esses aspectos em um novo ambiente;
  • Compartilhe com outras pessoas os seus medos. Ademais, se sentir necessidade, busque um profissional para ajudar na transição.

Fonte: Rosangela Sampaio, psicóloga, coach de carreiras e apresentadora do programa Mulheres Em Flow.

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.