Glândula timo: o que é, onde fica e qual sua função 

9 de maio, 2022

A glândula timo tem chamado a atenção dos adeptos de meditação e outras práticas em prol do bem-estar. Dessa maneira, localizada perto do coração, dizem que ela abriga a alma e até carrega a fama de “glândula da felicidade”, com o poder de “soltar” tensões e sentimentos reprimidos. Mas de onde vem tanta popularidade?

Em primeiro lugar, a glândula timo consiste um órgão que compõe o sistema linfático, o principal sistema de defesa do organismo. Assim, as principais responsabilidades desse sistema é ajudar a filtrar e remover impurezas do corpo e formar as células que irão nos defender contra micro-organismos invasores.

O timo fica na parte superior do tórax, entre os pulmões e na frente do coração. Sendo assim, nos primeiros anos de vida, sua coloração é branco-acinzentada (e no feto é avermelhada). Mas conforme os anos passa, vai ficando amarelada. A glândula contém três partes: a medula, que é a parte mais interna; o córtex, que envolve a medula; e a cápsula, que é o revestimento externo.

Função da glândula timo

Parte do sistema linfático, a glândula timo é muito importante para a imunidade. Desde o nosso crescimento como fetos, ainda na barriga da mãe, e também na infância, o timo contribui com a maturação dos linfócitos T, um tipo de glóbulo branco que faz parte do sangue e protege o organismo de vírus, fungos e outros agentes infecciosos.

Leia também: Guia de meditação para iniciantes

Está relacionado ao bem-estar?

Essa história na verdade está mais relacionada à origem da palavra. Existe em grego uma palavra parecida, thymós, que traz o sentido de alma, espírito, vida, ânimo. E é por conta dela e pela localização da glândula timo, perto do coração, que se faz essa associação. Mas o que se sabe, cientificamente, sobre o timo é a função relacionada à imunidade.

Fontes: MSD Manuals; Oncoguia; UFG

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.