Exercícios que dão mais energia que uma xícara de café

6 de setembro, 2019

Uma das bebidas mais consumidas no Brasil, o café aumenta a disposição e é aliado de quem precisa de um gás extra em dias de agenda atribulada. Mas, ir à academia ou praticar atividades físicas logo pela manhã pode dar ainda mais energia para cumprir as tarefas ao longo do dia. 

Quando falamos de exercício para obter energia, estamos focados em introduzir tensão no corpo com a ativação muscular, o que dá um aumento da frequência cardíaca e permite que o corpo libere endorfina.

Endorfina é um hormônio liberado como resultado de exercícios. Ele é responsável por mantê-lo acordado e também contribui para mudanças positivas na saúde mental. Essas substâncias são liberadas quando há uma explosão de energia e são elas as responsáveis pela sensação de prazer. Por isso, quando você termina qualquer atividade física, sente aquele gostoso estado de recompensa e ânimo quase instantâneos.

Se o seu cérebro toma um “banho” de endorfina logo pela manhã, você começará o dia se sentindo mais otimista e menos suscetível ao estresse e ansiedade, o que torna o resto da rotina mais produtiva. 

Além disso, quando treinamos, a temperatura do nosso corpo aumenta e isso contribui diretamente para aumentar o nosso estado de alerta. De acordo com o nosso ritmo circadiano da temperatura, tendemos a estar com o corpo mais frio perto dos horários de descanso e mais alertas perto de horários de maior atividade, então quando acordamos estamos começando a aumentar a temperatura e se fizermos exercício nesse horário, damos um “empurrãozinho” pro nosso corpo.

Leia também: 8 motivos para se exercitar logo pela manhã

Essencialmente, qualquer atividade ou movimento que exija pressão constante do corpo ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo. Porém, para manter a endorfina lá em cima, vale apostar nos exercícios cardiovasculares, aqueles que usam grandes grupos musculares e duram, no mínimo, 30 minutos. Alguns deles são treinamento em circuito (com resistência ininterrupta), corridas longas e ciclismo com pouco ou nenhum período de descanso.

Mas, é importante não se exercitar por mais de 60 minutos, senão, o estresse indevido acabará fazendo mais mal do que bem, deixando você mais sonolento do que estimulado.

Leia também: Razões para incluir exercícios de alta intensidade no treino

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.